terça-feira, 3 de maio de 2011

Sobre alfaces, tomates e bombons

De entrada, um Mc Cheedar. Para beber, Coca Cola, bem gelada. Em seguida, um mikshake de Ovomaltine. Seria perfeito, se não engordasse. Quem luta contra o efeito sanfona, como eu, há de entender: por que diabos tudo que é gostoso, engorda? Acho que Deus tinha que rever essa tal de Criação e promover uns ajustes!

Cá para nós: vocês conhecem alguém que salive de vontade ao pensar num pé de alface? Rúcula, então... o que é aquilo? Couve-flor ainda desce mas a tal da taioba é pedir pra chorar. Não há apetite que resista ao festival de verdes à mesa. Costumo dizer: "se eu quisesse comer mato, teria nascido boi". Exageros à parte, nada se compara a uma picanha bem cortadinha. Um salmão grelhado também é de fazer ajoelhar! Mas aí vem o dilema: o prazer desmedido à mesa acaba virando convite para visitar umas lojas plus size.

Todo mundo tem no guarda-roupa "aquela" calça jeans sob medida. Ela se torna, para a pessoa, uma espécie de melhor amiga, conselheira. Se ela está bem em você, sinal de que tudo está nos conformes. Mas basta ter que murchar a barriga para a bendita entrar, e o sinal vermelho acende. E é nessas horas, meu povo, que - como num passe de mágica -, legumes, verduras, fibras e iogurtes naturais passam a entrar no carrinho de compras com mais facilidade. Nem que, para isso, seja preciso fechar os olhos ao cruzar a seção de doces e chocolates.

Este ano, decidi encarar o desafio. Após um 2010 regado (e desregrado) a biscoitinhos, coxinhas, refrigerantes e miojo, passei a olhar os pés de alface e até uns tomatinhos com mais amor no coração. E não é que está dando certo? Além disso, descobri o prazer das caminhadas - não, não amo caminhar, mas tem lá suas vantagens (pelo menos vejo gente diferente, o mar, e ganhei uma corzinha saudável...). Em um mês, eliminei dois quilos e fiz as pazes com três calças jeans que, há meses, eram caso perdido.

Reduzi os doces, balas e bombons. Menos nos dias em que estou nervoso - há momentos em que só um
Serenata me acalma!. Na semana da Páscoa, comprei um ovo de chocolate e até agora ele está lá em cima da geladeira. É uma espécie de "troféu da superação". Confesso, estou doido para devorá-lo. Mas aí lembro que ainda há algumas bermudas lá no guarda-roupas, carentes e sozinhas, ansiosas pelo nosso reencontro...

6 comentários:

  1. A-D-O-R-E-I o textoo! HAHA

    Relmente não é fácil a mudança de hábitos alimentares, mas com determinação se consegue o que deseja! E nada melhor do que estarmos bem conosco msmo neh! ;)

    bjO*

    Kênia

    ResponderExcluir
  2. Michel Bermudes Auer3 de maio de 2011 20:51

    Amigo

    Pra quem começou a carreira fazendo teatro infantil em Colatina e escrevendo para o mural social do DRINK´S e em seguida venceu na cidade Grande, você já é um vencedor !! Estamos juntos !!

    ResponderExcluir
  3. Decisão difícil essa...Mas...Vale a pena, né?

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkkk
    ADOREI!!!!!!!!!
    E vou te ensinar a salivar toda vez que pensar em alface.
    Corte o alface em tiras, junte milho verde, queijo branco, manga cortada em tiras de comprido (e quando sobrar um pouco de $$) Kani e palmitos tb cortados de comprido em tiras finas. Misture tudo e tempere com o básico (azeite e sal). À parte, faça um molho com 1 potinho de ACTIVIA original(tipo iogurte desnatado) e 1 caixinha de creme de leite ligth. Tempere essa mistura com um pouquinho de sal e jogue por cima da sua salada, no seu prato. Vc vai CHORAR de alegria! Eu AMO! :-)

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente, quase tudo que é bom engorda... Foi só eu tirar o chocolate e o refri nesta última quaresma e pronto: voltei a caber em várias roupas. Mas confesso que tenho caído na tentação do Mc Cheddar, meu preferido (ai que delícia!)

    ResponderExcluir